Resenha: Conquis7as

Conquis7as
Autor(a): Tanner Menezes
Páginas: 394
Editora: Kazuá
Ano: 2013 
“Conquis7as” é a história de um homem que redescobre o amor em diferentes formas: através do reencontro com amigos que há tempos havia deixado para trás; através das singelas palavras de um garo- to; através, principalmente, dos encontros e desencontros de sete mulheres distintas capazes de dividir seu coração em sete partes iguais, tornando impos- sível se desfazer de uma delas. “Conquis7as foi escrito no ano de 2011, e como a maioria das histórias de amor, advém de um coração partido, do so- frimento latente e derramado sobre as páginas de um papel”. Tanner Novaes de Menezes, autor de “Cinco Sentidos” e “Conquis7as”.

Faz algum tempo desde a primeira vez que eu falei do Tanner aqui no blog e resenhei seu primeiro livro "5inco Sentidos". Lembro de ter dito que ele era uma espécie de Nicholas Sparks brasileiro, mesmo talento de fazer as pessoas se emocionarem com suas palavras escritas. Dessa vez ele está lançando seu mais novo livro Conquis7as, que faz parte da triologia - sendo 5inco Sentidos o primeiro -, que apesar de terem uma ligação um com o outro, os livros possuem histórias independentes, tendo apenas alguma passagem sobre o que aconteceu no livro anterior e a surpreendente - e magnífica - aparição rápida de um personagem que nos conquistou nele. O próximo livro da triologia se chama "Qu4tro Laços" e já está em fase de produção pelo autor.
Mas, enfim, vamos falar de Conquis7as. Este conta a história de Henri, um rapaz bem afortunado - aliás, o Tanner gosta de colocar seus protagonistas bem afortunados que vivem ostentando =P - que apesar disso acha que é infeliz por não ter mais a presença de seus pais, que acabou perdendo tão cedo, tendo que se virar quase que por si mesmo para seguir cuidando dos negócios do pai, o que anos depois lhe rendeu o título de mais jovem milionário. Apesar da minha piada acima, quem acha que Henri vive esbanjando sua fortuna como alguns jovens fariam está muito enganado, pois ele dedica parte de seu dinheiro com caridade.
O grande acontecimento da história é que o destino resolve pregar uma peça no rapaz. Henri que nunca conseguiu amar uma mulher acaba se apaixonando por sete em um pequeno intervalo de tempo, e o pior: além de ter conseguido conquistar todas elas, ele também terá a difícil missão de escolher apenas uma. Quem será que ele vai escolher ficar no final? Isso você vai descobrir quando comprar seu exemplar e se deliciar com essa história.
Eu sei, meninas, é revoltante. Imagina você se apaixonar por um cara e descobrir que ele não ama só a você, mas outras seis mulheres? Eu no começo achei tudo meio machista e me revoltei. "O que o Tanner está pensando?", me perguntava querendo tacar o livro na cabeça dele. rs Mas, calma, eu garanto que tudo é uma questão de ponto de vista. A revolta passa no final do livro e o protagonista de "vilão" se transforma num mocinho perfeito, e tudo que não fazia sentido no começo fica às claras.
Mas, bem, falando do livro em geral, ele atendeu minhas expectativas, apesar do início querer jogar o livro no autor, revoltada, no final eu tava debulhando em lágrimas e satisfeita.
Novamente o Tanner ressalta em seu livro a importância de uma amizade. E é disso que eu mais gosto em seus livros, onde mostra que as vezes um amigo é bem mais que isso, é um irmão. É como dizem por aí, amigo é a família que nós escolhemos pra ter.
Minha nota 4 é porque apesar de ter gostado muito da história e o autor ter perceptivelmente evoluído de um livro pro outro, eu acho que alguns trechos do livro, mesmo que poucos, ficaram repetitivos e muito descritivos. Pontos a serem melhorados, talvez, numa próxima edição.
Recomendo o livro principalmente às amantes de um bom drama. :)

Compre seu exemplar pelo site: http://www.zungueira.com.br/conquis7as.html

Deixe seu comentário na parede do Toalete!
0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...