Resenha: Nas sombras

Título: Nas sombras
Série: Shade
Páginas: 336
Autora: Jeri Smith-Ready
Ano: 2012
Editora: Galera Record
Compre agora! 

No futuro, um misterioso acontecimento (que ficará conhecido como Passagem) dará para os nascidos depois desta data a capacidade de ver e se comunicar com os mortos. Sendo uma dessas pessoas, Aura passa toda a sua vida tendo que lidar com essa condição. Quando o aniversário de 18 anos de seu namorado, Logan, se aproxima, Aura sabe que será o melhor de todos. A banda dele tem um megashow marcado e há uma festa planejada. Está tudo dentro dos planos, exceto Logan morrer de overdose... E voltar, se fazendo presente na vida de Aura exatamente como antes, só que roxo.

Olá, pessoal! Hoje vim falar de um livro que escolhi resenhar por me lembrar muito de uma das minhas séries favoritas que é A Mediadora, mas os dois quase não tem semelhanças, a não ser o tema assim sobrenatural envolvendo fantasmas. 
Logo no início do livro eu torci um pouco o nariz por causa da personagem principal. Aura é o tipo de protagonista que não estamos tão acostumada a ver nos livros, ou pelo menos eu não estou tão acostumada a ver. Ela não tem nada daquelas menininhas fofas e indefesas, nem é daquele biotipo "loirinha, olhos claros, bla bla bla", ela está mais pra rebelde, pelo menos no início, ela tem o estilo meio punk-emo, com direito a presilhas de caveirinha no cabelo e tudo, só que ela meio que deixa isso de lado quando vamos conhecendo ela mais a fundo. Vemos que ela nem é tão doidinha assim. OK. Ela é bem valentona e destemida, porém tem seus momentos frágeis, e ainda por cima é um tanto nerd. Ela também não é uma garota qualquer, Aura consegue ver espíritos. A históira é bem louca, houve um epsódio que eles chamam de "A passagem" - que até agora eu não entendi muito bem o que foi que aconteceu realmente nesse dia, mas pelo que li isso será explicado nos próximos livros -, onde todas as pessoas que nascem após essa data tem a capacidade de ver espíritos. Aura, além do dom especial de poder ver os fantasmas, tem um Q a mais, pois foi a primeira pessoa a nascer nesse tal episódio. A maiorias dessam pessoas que vêem espíritos trabalham no tribunal como uma espécie de intérprete dos fantasmas na hora de algum julgamento, isto porque os fantasmas podem ser testemunhas em algum julgamento por seu assassinato ou por ter presenciado o de alguém. Os fantasmas também não podem estar em qualquer lugar que eles desejarem, a não ser em algum local que já tenha estado durante a vida e que não tenha a tal da Caixa Preta, que protege o local dos espíritos. Há também outras coisas que servem pra afastá-los como a cor vermelha, por exemplo.
A nossa personagem principal, Aura, começa a mostrar seu lado frágil por um único motivo: seu namorado Logan. Aura está decidida a perder a virgindade com ele; na primeira tentativa ela acabou desistindo, mas agora ela tem certeza que vai até o fim, e os dois marcam para fazer isso após um show da banda dele - composta por ele e os irmãos -. Só que a noite não sai nem um pouco como ela esperava já que seu namorado morre de overdose bem na hora da comemoração. Agora ela é obrigada a ver seu namorado roxo pra lá e pra cá sem poder tocá-lo, sem poder beijá-lo, e sem poder cumprir a tal promessa de ir até o fim com ele. Ao mesmo tempo que ela deseja que ele "vá para a luz" ela gostaria de passar mais tempo com seu amado, só que teme por sua alma já que quanto mais tempo ele ficar na terra, mais chance ele tem de se tornar uma sombra, que são as almas revoltadas, digamos assim, que não conseguem mais ficar em paz, e não tem um final feliz.
E se você pensava que esse livro não tem um triângulo amoroso, está enganado. Um aluno estrangeiro, Zachary, vindo da Escócia, chega ao colégio de Aura e está disposto a ajudá-la no projeto da escola. Zachary é o estilo pegador, que esbanja charme por causa de seu sotaque - a Glaucia irá adorar -. Apesar de ser bastante atencioso com Aura, ele está sempre rodeado de garotas, mas nós leitores percebemos que ele sente alguma coisa por ela que vai além da amizade. Será quase impossível pra Aura resistí-lo, mesmo amando seu ex-namorado e se sentindo culpada por estar se apaixonando por outro.
Eu adorei o livro, gostei muito da personalidade da Aura, apesar de, como disse no início da resenha, eu ter estranhado um pouquinho, achei que ela fizesse o tipo doidinha punk dos cabelos curtos e descoloridos, mas não era. rs Na verdade eu estrahei toda a história do livro nas prímeira páginas, esse negócio de fantasminhas roxos era esquisito, e essa coisa da passagem que tanto a personagem se refere me deixava confusa, pois não fica bem explicado, mas como também já disse, pelo que li por aí saberemos mais sobre o assunto nos próximos livros desta triologia. Só senti falta de sentir o medinho do livro. A história começou bem, com um ar sinistro, e depois não senti mais arrepios, até porque o livro começou a se focar mais no romance impossível da personagem + o triângulo amoroso do que em outra coisa.
Sobre a minha opinião a respeito do triângulo amoroso, quase não dá tempo da gente conhecer o Logan humano e se apegar a ele. Eu o achava todo imaturo e bobão, mas depois é impossível você não ficar de coração partido com a situação do casal, princiaplmente por saber que Logan vai ter que partir alguma hora e ele e a Aura nunca mais poderão ter nada como antigamente. Eu me via torcendo pra que tivesse alguma maneira de reverter a morte dele, quem sabe, né? Mas claro que isso era impossível.
Quanto ao Zachary, ele é daquele tipo de cara irresistível e sacana, o pegador, mas que quando está junto com a Aura é impossível você não querer que eles fiquem juntos. Eu fiquei sem saber pra quem torcer. Oras estava querendo que a Aura ficasse logo com o Zachary já que a relação que ela tinha antes com Logan não tinha mais volta, outras ficava com pena do ex e queria que existisse algum modo de eles ficarem juntos. =/
Nas Sombras se foca mais na relação impossível entre Aura e seu namorado fantasma, e o seu desejo pelo Zach. No final já temos uma idéia do que o próximo livro irá focar mais, e eu estou louca pra saber o que acontecerá, e também descobrir mais sobre essa tal da "Passagem" que fica meio que no ar o livro inteiro.
É isso, pessoal. Livro recomendadíssimo. Se você ainda não está sobrecarregado com o tema sobrenatural, e adora triângulos amorosos + amores impossíveis, você não pode deixar de ler Nas Sombras

Série Shade: 
  • Nas Sombras
  •   Shift
  • Shine

Nota:
 

Deixaram recados na parede do Toalete:
8 comentários:

  1. Estou louca para ler esse livro.
    Todos falam que esse é melhor do que o
    primeiro.
    Quero ver se é mesmo.
    Boa Semana!
    Mariana - World of Tori Vega.

    ResponderExcluir
  2. Confesso que não estava empolgada com a história, mas dps da sua resenha já comecei a olhar o livro com outros olhos... Acho que vou passá-lo na frente...rs

    Andy_Mon Petit Poison
    RESUMO DO POISON #2.18 - Sem(31/abr-05/mai) http://bit.ly/JNeEDo

    ResponderExcluir
  3. Oi!!!

    Fiquei muito, muito curiosa em ler essa sua dica!!!!

    Bjs linda!

    ResponderExcluir
  4. Um boa dica pelo que pude notar.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  5. Primeira resenha que leio desse livro, e confesso que fiquei bem curiosa, nunca li nada com esse tema, assim que minha fila de leitura diminuir sem dúvida irei lê-lo. Ótima dica e adorei a resenha :D

    Beijos&beijos
    Book is life

    ResponderExcluir
  6. Não tava com interesse neste livro ,mas agora que vi sua resenha me deu vontade de ler ,valeu pela resenha ,bjs.

    ResponderExcluir
  7. Ainda não tinha lido nada com o tema, mas comecei ler o livro e estou gostando!

    ResponderExcluir
  8. Este livro deve ser demais, adoro contos sobrenaturais e este parece contar uma história bem diferente! Deve ser meio que um Ghost do futuro! Quero muito saber qual vai ser o final de Aura e Logan. Abração!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...