Os imortais: Infinito

A série Os imortais chegou ao fim, e, finalmente saberemos o final dessa confusa relação entre Ever e Damon. Seriam eles almas gêmeas? Conseguirão eles ficar juntos para sempre?
Acho que todo mundo quando começa a ler esse livro tem essas perguntas na cabeça, principalmente a expectativa de que os personagens consigam o bendito antídoto pra só então poderem se amar de verdade. :D
É até difícil falar sobre esse livro. Eu sempre falei bem da série, e mantinha aquela esperança de que no próximo livro a história seria ainda melhor, mas ela meio que deixava sempre a desejar. Ou melhor, ela até melhorou no último livro, como podem até ler em minha resenha de Estrela da Noite, que pra mim foi o segundo melhor livro de toda a série. Eu gostei até mais do modo como a autora narrou a história desse penúltimo livro. Estava diferente, mais leve e mais interessante, a história fluindo muito bem, essa coisa e tal. E quando eu pensava que tudo estaria ótimo em Infinito...
Eu não queria ter que falar mal da série, principalmente logo no final, mas eu também não posso chegar aqui e mentir, falar coisas bonitinhas quando o que eu achei do livro foi totalmente diferente. Se posso resumir o livro pra vocês, me desculpe aos fãs, mas é uma verdadeira encheção de linguiça. Se você já achava isso antes, tenha paciência com este então.

Bom, mas antes vamos saber sobre o que acontece no livro. Resumindo toda a série, Ever e Damon foram aparentemente feitos um para o outro. Ever reencarnava, e em todas as vidas ambos foram um casal. Mas o amor entre eles sempre terminava antes de ser consumado de forma mais intensa, se é que você me entende. É nessa parte que surge o Jude, e Ever descobre que este também sempre fez parte de suas vidas passadas, e sempre como o cara por quem ela era apaixonada, até o Damon aparecer na jogada e fazer com que ela só enxergasse a ele e mais ningúem. Bom, a história é praticamente isso, exceto que em Terra de sombras, terceiro livro da série, Ever põe tudo a perder ao conhecer um imortal chamado Roman, que arma pra cima do casal, fazendo com que eles não possam mais se tocar, caso contrário, Damon morre. E a partir daí a corrida de Ever é no intuito de conseguir o tal antídoto que irá reverter essa situação. Situação esta que eu achei desnecessária só acontecer no último livro. Até porque isso só nos deixou ainda mais desanimandos. Pelo menos a mim sim. Cada vez que eu terminava um livro ficava ainda mais impacinte. "Poxa, ainda não foi nesse livro?", pensava quando acabava. E, sim, você terá que esperá até o último pra encontrar essa parte.
SPOILER 
Então, pro último livro, além de nos reservar a solução pro problema do casal, a autora também nos deixa aliviados com a possibilidade de reverter a imortalidade. Isso foi a única coisa que achei legal em todo o livro. Porque, peralá, tudo bem que é bom ficar vivo por mais tempo, mas sinceramente, seria triste viver assim pra sempre e ver seus familiares irem embora, um por um. E eu acho que ficaria um tanto frustrada por Ever se caso o livro terminasse desse jeito, ela imortal, tendo que vagar pela terra pra sempre ao lado de Damon, sem escolha. Até porque sempre ficou óbvio que a personagem não queria isso. Então foi uma das coisas que  me agradou, e achei muito legal a autora ter criado essa opção de reversão.
Outra coisa que há em quase todo o livro é a Ever revivendo algumas vidas passadas. E falando sobre isso, de novo vou reclamar, que tédio ficar revivendo o mesmo passado várias vezes lá em Summerland pra passar o tempo. Tudo bem que era a única forma de eles poderem se tocar sem o tal véu de energia, mas era entediante. A autora poderia ter descrito melhor essas cenas, talvez eu tivesse gostado mais se ela descrevesse os flertes entre os personagens, mas ela não entrava muito em detalhes, o que deixava as cenas bem maçantes. :/


OK. A autora conseguiu sanar todas as nossas dúvidas, deixar tudo às claras para os leitores, porém eu achei que novamente ela pecou no quesito ação, e também no quesito romance que é o tema principal da história, da série: o amor entre Damon e Ever, almas gêmeas e bla bla bla. Mas cadê o romance? Não vi em momento algum. Tudo bem que eles não podiam se tocar. Mas, poxa, pelo menos aquele clima de atração fatal tinha que ter. Acho que a Alyson teve várias oportunidade de brincar com isso durante o livro e fechar a série com chave de ouro. Claro, acontece alguma coisa lá pro final, mas mesmo assim não achei lá grandes coisas. Deixou muuuito a desejar. Como eu disse no início da resenha eu esperava demais de Infinito, mas pra mim foi uma decepção. Por isso eu só dei 2 estrelinhas, e ainda achei muito, pois a vontade que eu tinha enquanto o lia era de abandoná-lo e deixar pra lá, sem saber seu desfecho. :/ Infelizmente.

Mas, isso é a minha opinião. Vi algumas pessoas marcando Infinito como favorito, portanto, eu nunca irei deixar de recomendar algum livro pra vocês. Pode ser que pra mim tenha sido chato, mas pra você seja ótimo. Portanto, leia e tire suas própria conclusões. :)
E se você já leu, não deixe de comentar a sua opinião aqui também! Pode discordar, tá? Até porque opiniões adiversas são bem vindas pra ajudar aos outros que ainda irão ler o livro. ;)

Nota:
Título: Infinito
Série: Os imortais
Páginas: 240
Editora: Intrínseca 
Ano: 2011
Preço: 29,90


Deixaram recados na parede do Toalete:
24 comentários:

  1. Não li a resenha pq parei no 3 livro...
    Mas Ka, você dando 2 estrelas no último livro?
    Desisto! haha

    :*
    Mi
    Inteiramente Diva

    ResponderExcluir
  2. Eu nem li o primeiro ainda... e o 5°já tá com 2 estrelinhas... =/ rsrsrs
    Eu tenho Para Sempre em casa, mas ainda não tive oportunidade de ler.
    Bem, vamos lá ne? haushaus

    Bjs
    Danni

    ResponderExcluir
  3. Mi, infelizmente tive que dar, ainda tentei ponderar e talz, mas não deu mesmo, foi muito decepcionante, mas pra mim. :/
    Vi gente que gostou.

    Danni, pois é. Eu fiquei triste, mas tive que ser sincera e inclusive falar sobre o que eu já achava nos outros livros, o romance muito morno e talz. Infelizmente nem tem mais como melhorar já que a série acabou. :/

    ResponderExcluir
  4. Esta é mais uma das séries que eu ainda não conheço, mas quero ler inteira. Bjs, rose.

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Adorei sua resenha, vc escreve bem. Eu só queria saber duas coisas que estão me martirizando ''Ever e Damen acabem juntos?'' e ''infinito acaba com Ever e Damen finalmente fazendo amor?''.
    Sério, estou enlouquecendo! Não consegui comprar infinito na minha cidade, e não tenho como comprar pela internet (meu pai acha perigoso), e eu sei que vc vai dizer ''lei e tenha paciência'', mas eu não consigo!
    Por favor só precisa dizer sim ou não! Nunca fiquei tão desesperada com um livro, eu sei que é besteira mas estou quase chorando por favor...

    ResponderExcluir
  6. EEi, Anônima, eu adoro dar spoiler kkkk
    Mas então, espero que alguém que não goste não leia meu comentário

    ATENÇÃO SPOILER:
    Ever e Damen acabam sim juntos, e no final eles finalmente fazem amor, mas nada explícito. rs Então, se você curte cena HOT, não espere encontrar no livro. :/ Eu achei meio broxante, esperava AQUELA cena, mas foi bem fraquinho. Mas... esta é a minha opinião. :)

    Beijosss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você lembra qual capítulo foi? Que enfim isso aconteceu?

      Excluir
    2. Poxa, infelizmente não lembro. Mas acredito que tenha sido no penúltimo.

      Excluir
  7. Eu amo essa serie e so quero saber se eles ficam juntos, eu estou quase morrendo de ansiedade pra compra o 6 livro..........

    ResponderExcluir
  8. Quando li Estrela da Noite vi que Damen e Ever não tinham mais o geito "apaixonado" de ser. Eles podem se tocar, não de verdade, mas podem, cade os abraços e beijos que tinha nos outros livros o tempo todo?
    Posso estar reclamando disso mas não xingo a série porque eu gosto muito dela. Não importa o que falem vou ler o Infinito e tirar minhas conclusões. bjs

    ResponderExcluir
  9. Já li a serie toda de Alyson Nöel e amei muuuuuito! São livros realmente muito bons e Infinito deu uma reviravolta e tanto no final...
    Indico super essa saga que me deixou encantada e com os nervos a flor da pele!
    Não conseguia parar de ler um só minuto!

    ResponderExcluir
  10. Concordo com a Isabela, acho que apenas não faz o seu estilo de leitura, diferente do meu que tem tudo a ver , eles são perfeitos !
    Também acho que não deveria ficar falando mal do livro, porque tem muita gente que podia ter gostado mais se desanimou por causa do que você escreveu. E eles continuam sim loucamente apaixondos, deveria ler melhor para sentir a paixão deles, pelo menos eu senti.
    Fica a dica gata, não fale mal do livro que outras pessoas amam. Não gostei nem um pouco de seus comentários.
    Beijos
    ~. Brenda Auguste

    ResponderExcluir
  11. Bom,eu to amando a série!!Mas a minha dúvida,é que na capa do infinito,é a Ever e o Damen ou o Alrik e a Adelina??Me ajuudeem :s

    ResponderExcluir
  12. Acredito que cada um possa expressar sua opinião da forma que bem entender, lê o comentário quem quiser... Se a pessoa não quiser comprar o livro porque leu um comentário de alguém que não gostou, isso é uma posição dela, se deixando influenciar pelas experiências dos outros.

    ResponderExcluir
  13. Estou começando a ler o infinito agr... até agr achei a história legal, mais confesso q é meio chato ficar enrolando e virando em volta do msm assunto, tirando isso achei bom

    ResponderExcluir
  14. Ain, MEU DEUS!!!! Não acredito que eles fazem... eles hahahaha... graças a DEUUUSSS KKKKKK ELEEEES FICAM JUNTOOOS!!!! ��❤️

    ResponderExcluir
  15. First came an homage to the christian louboutin outlet typographic bar codes — in the form of oversize belts as well as nondescript collar markings — that he featured in his resort line. Then came the hypersaturated minidresses in christian louboutin sale neon coral, lime, and blue that have a neoprene wetsuit feel, and still others in sheer black that illicit more of a spacesuit vibe. Then there were the statement-making accessories, louboutin outlet which included both colorblock textural heels and mesh sandals.And then came the sportswear that has always set Wang apart: from white tennis skirts with green Peter Pan collars to a christian louboutin store finale that featured a more relaxed trouser shape, it was an agenda-setting showing that makes us all want to be a little bad . . . You know, for old valentino boots time's sake.
    Diane von Furstenberg has been in the business for a while — her iconic wrap dress turned 40 years old this year! But despite its age, it still christian louboutin feels fresh and timeless thanks to Diane's innovative designs and fresh color palettes. This season, DVF challenges us to channel our inner '50s siren, à la Bridget Bardot, with a giuseppe zanotti sneakers black-and-white color story accented with brights. Plus, find out how DVF's daughter discovered Rooney Mara.
    Fashion girls — they can be counted on for the latest advice in dressing and christian louboutin trends, but there's one other area where they have a specific expertise: dating. Hey,

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...