Resenha: Roubada de Lesley Pearse

No embalo do suspense, emendei a leitura em Roubada, de Lesley Pearse, lançamento da editora Novo Conceito.

A história gira em torno de um suspense envolvendo uma garota chamada Lotte. Seu corpo é encontrado na praia por um homem, e logo depois um retrato falado dela está em todos os jornais. Dale e Scott imediatamente a reconhecem como a amiga que fizeram durante um cruzeiro e com quem trabalharam juntos no SPA, mas que após isso não conseguiram entrar em contato e acharam que a menina queria esquecer tudo o que envolvia aquele trabalho, pois tinha ocorrido um incidente com ela, e talvez eles a trouxessem essas más lembranças.
Mesmo com o retrato falado no jornal, era quase impossível pra Dale e Scott afirmarem com toda certeza que aquela era a mesma menina linda que conheceram no cruzeiro por causa do estado dela naquela imagem. Querendo se certificar de que aquela pessoa encontrada sem memória na praia era mesmo Lotte, eles vão até o endereço que tinham dos pais dela e descobrem que eles são dois coroas amargurados que parecem se lixar pra filha que tem, e que não ficam nem um pouco impressionados com a noticia de que ela pode ser a menina achada na praia sem memória; inclusiva a mãe de Lotte deixa claro que a filha sempre fora uma mentirosa e por isso preferem não manter contato com ela e não a vêem há dois anos. Dale e Scott saem de lá inconformados com a frieza dos pais da garota, e sem acreditar em nada do que eles falaram, pois era impossível a Lotte meiga e gentil que eles conheceram ser aquela pessoa que eles descreveram. Em quem acreditar? Estaria Lotte fingindo como os pais insinuavam, ou será que ela tinha realmente perdido a memória, e mais grave que isso, quem estaria por trás do que acontecera com ela pra aparecer desacordada numa praia com marcas de que estivera presa por uma corda nos pulsos e indícios que tinha dado a luz recentemente? Onde estava o bebê? São esses e muitos outros mistérios que você vai desvendar ao ler Roubada.
Eu gostei muito do livro. É rápido, a narração é envolvente e gostosa de ler, e a históra flui de maneira fácil. Só achei que foi meio óbvio quem fez o que fez com a Lotte. Descobri logo nos primeiros capítulos. E não fui a única pelo que pude ver pelas resenhas no Skoob. rs Mas mesmo assim esse fato não tirou a graça da história, pois mesmo sabendo quem fez você fica querendo saber o por quê, e como foi feito. E tem isso no livro, a autora nos deixa a par de tudo, solucionando todos os mistérios que nos intriga. E o mais legal é que ela não enrola página por página deixando tudo pro final, as coisas vão sendo solucionadas logo no princípio. A cada recobrar de memória de Lotte é mais uma verdade surpreendente.
Gostei muuuuuito do livro, e fiquei com saudades até dos personagens ao terminar de lê-lo.
É um livro que com certeza recomendo!
E um sortudo irá levar esse livro maravilhoso pra casa com o próximo sorteio do Toalete Feminino. Aguardeem!

Título: Roubada
Autora: Lesley Pearse
Páginas: 376
Ano: 2011
Editora: Novo Conceito
Preço: 29,90
Nota:
 


Curiosidades: 
Em entrevista ao Megazine, a autora, Lesley Pearse, disse que tem uma história de vida parecida com a da personagem de Lotte. Não que ela tenha perdido a memória, mas na infância, não recebia muito carinho de sua mãe. E que já cometeu muitos erros com os homens. A escritora diz também que o realismo de sua narrativa - por mais que algumas passagens no livro possam parecer bizarras - vem de seu conhecimento de causa. 
A autora também disse que teve a idéia do livro - principalmente o começo da história - enquanto caminhava na praia, quando avistou algo parecido com um corpo trazido pela corrente, exatamente como o início de Roubada.
- Eu corri em direção à coisa, imaginado que salvaria uma vida, mas, ao chegar perto, descobri que era apenas um lençol, que devia ter caído de um barco. Então isso me fez pensar... E se fosse uma pessoa? Como ela teria ido parar ali? Ela teria sido jogada ao mar ou apenas caído de um barco? Aí que a história começou - lembra Lesley.

Leia o restante dessa entrevista clicando aqui.

Deixaram recados na parede do Toalete:
8 comentários:

  1. Livros de mistério e suspense não costumam me fascinar, mas sem ler não direi que não gosto!
    Lila Czar
    seviracom30.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Parece ser bem legal!
    Parabéns pela resenha!

    Palavras ao vento...
    "www.leandro-de-lira.blogspot.com"

    ResponderExcluir
  3. Aiiii Ka, só tu para me deixar de boca aberta por estes livros Sabe que temos o mesmo gosto pelos livros né!!!

    ResponderExcluir
  4. Nem preciso dizer que gostei né??

    Tá, eu AMEI! rsrs
    Adoro mistérios! E esse livro parece ser recheado deles... =D

    Bjs ,flor!

    ResponderExcluir
  5. Comprei esse livro ontem! Não vejo a hora de começar a ler ;)

    ResponderExcluir
  6. Oi, Karina.

    Ouço maravilhas sobre esse livro, que não tive a oportunidade de lê-lo ainda.

    Pelo drama em si, lembrei-me do "Palavras Envenenadas", da Maite Carranza.

    Mas estou preferindo ler livros mais leves por enquanto. rs.

    Quem sabe, eu não tenha a sorte de ganhá-lo por aqui, não é? rs.

    ResponderExcluir
  7. Parece bem legal!
    Fiquei curiosa ;)
    @renatadesign

    ResponderExcluir
  8. Gosto muito deste tipo de livro, com certeza uma leitura que quero ter. Bjs, Rose.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...