Triologia do círculo: A cruz de Morrigan

Hoje vim falar de a cruz de Morrigan, que é o primeiro livro da Triologia do Círculo, da editora Bertrand. É difícil colocar em palavras o que eu senti ao ler o livro, mas posso afirmar que foram sentimentos positivos.
Eu já tinha ouvido falar da Nora Roberts, e sabia ela que era considerada uma autora de peso - fiquei até surpresa ao ler na aba do livro que ela possui mais de 200 livros publicados -, mas ainda não tinha lido nenhum livro dela, apesar da curiosidade. E se me permitem dizer, a mulher ARRASA!

A história se passa no século XII. Apesar da capa com as presas, não vá achando que este é mais um livro de vampiro. Sim, possui vampiros, só que aqui eles são maus de verdade, e comparados à demônios pela minoria que sabe de sua existência. A história é repleta de seres fantásticos como, fadas, bruxas, metamorfos, e até feiticeiros. Hoyt é um feiticeiro, e logo no início do livro ele tem a difícil missão de matar seu próprio irmão que tinha sido transformado em um vampiro (acreditando que assim irá salvar-lhe a alma) por Lilith, uma vampira que esconde sua maldade por trás de um rostinho de anjo. Achando que tinha concluído sua missão com sucesso, ele volta para sua casa todo ferido após a batalha, e tem um encontro com a deusa Morrigan que o deixa a par de sua próxima missão: acabar com o exército de demônios que Lilith - a mesma que transformou seu irmão em um "demônio" - está compondo para acabar com a humanidade.

"Morrigan: - Precisas sair daqui e ir para outro lugar e depois para outro. Algumas pessoas se unirão a ti; outras, terás de procurar. A bruxa, o guerreiro, e erudita, aquele de múltiplas formas e o que perdeste.
Hoyt: - Só mais cinco? Seis contra um exército de demônios? Minha senhora...
Morrigan: - Um círculo de seis, tão forte e genuíno quanto o exército de um deus. Quando esse círculo se formar, outras já poderão ter se formado. Vós ireis ensinar e aprender, e sereis maiores do que a soma dos seis. Um mês para se reunirem, um mês para aprenderem e mais um para se conhecerem. A batalha começa no Festival de Samhain. E tu, meu rapaz, és o primeiro que escolhi."
Para isso, Hoyt precisará ir para Nova York, nos tempos atuais.
Antes de passar pelo portal que ira transportá-lo para os dias atuais, ele vai até a casa dos pais para uma despedida e entregá-los um amuleto que irá porteger a eles e a seus decendentes de serem transformados em vampiros caso sofram algum ataque. No meio do caminho, debilitado, ele se depara com vampiros em forma de lobos, e com a ajuda da magia e de uma bela mulher que surge do nada, ele consegue se manter vivo por aquela noite, e quando desperta a mulher não está mais lá.
Através do portal, como já avisado, Hoyt é transportado para Nova York, diretamente para o apartamento de seu irmão Cian, que continua vivo e é um dos seis ao qual a deusa Morrigan havia lhe avisado, forçando-o a se adaptar a um mundo totalmente novo ao seu ver - achei muito engraçado o Hoyt conhecendo as coisas como elas são hoje em dia, as vestes, a tecnologia, etc. -, e a fazer as pazes com seu irmão que continua sendo um vampiro - mas bem diferente de quando foi transformado, mais maduro e humano -, algo que sempre foi visto como um inimigo. É a partir daí que a história engrena e fica mais divertida, e o círculo começa a se formar. A mulher que apareceu para Hoyt quando ele estava na mata cercado de vampiros em forma de lobo, também vive nos tempos atuais, e é uma bruxa. Após sentir a presença de Hoyt no mundo atual, ela vai ao encontro dele, e juntos, ele, Cian, Glenna (a bruxa), e King - um amigo de Cian - vão para antiga casa onde vivia a família dele, na Irlanda, onde irão se preparar pra batalha que haverá no futuro.
Outros se juntarão a eles, completando o círculo de seis: Moira, rainha de Geall que acaba de ter a mãe morta por vampiro e é ótima no arco e flecha, seu primo Larkin que é um metamorfo, e Blair, que chegará por último, uma excelente caçadora de vampiros.

Volto a repetir que é o primeiro livro da Nora Roberts que eu li até o momento, e digo que é o primeiro de muitos. Adorei o modo como ela narra a história, me lembra um pouco o estilo da Meg Cabot com a narrativa simples, e com mais diálogos. A diferença é que não é um livro voltado para o público adolescente. ;)
A história flui de forma rápida, quando eu me dava conta já tinha lido várias páginas em pouco tempo. É divertida, tem ação, romance; agradando a todos os gostos. Adorei os personagens, não teve nenhum que eu não tenha gostado. Mas o Cian... Ai, suspiros e mais suspiros. Isso que é homem! Ele é mau quando quer, engraçado, safado (He he), tudo de bom. rs Também gostei muito da Glenna, ela é engraçada, centrada e destemida, e vai fazer o mundo do Hoyt virar às avessas, deixando-o aos seus pés. Imagina, um cara do século XII, todo certinho, com uma mulher do século atual? Os costumes são diferentes, e tudo mais. São bem engraçadas as partes dos dois. Ah, e eles também nos proporcionam algumas cenas hots. O Hoyt não vai resistir por muito tempo a tentação. rs
Com certeza esse livro daria um ótimo filme!  o/
Recomendo a todos que apreciam um bom livro, com uma mistura de aventura, ação, romance, e muita emoção!

Título: A Cruz de Morrigan
Série: Triologia do Círculo
Autora: Nora Roberts
Páginas: 359
Ano: 2011
Editora: Bertrand
Preço: 39,90

Triologia do círculo:
  • A Cruz de Morrigan
  • O Baile dos Deuses 
  • O Vale do Silêncio
Nota:

Outras capas:   
 



Deixaram recados na parede do Toalete:
5 comentários:

  1. Aiii eu também nunca li nada dela, ainda! Mas sei que ela é uma máquina de escrever assim como Meg Cabot.
    E eu comprei esse livro ontem por 9,90!! =DDD
    Quero ler looogo! >_<
    Adorei a resenha!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Adoro ler, esses parecem ótimos...

    amiga tem sorteios novos no recanto, dá uma passadinha lá...bjs

    http://recantojasmin.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Comprei esse livro nessa semana, no sábado pra ser mais exata. Estava na promoção. Tava procurando uma resenha pra saber se é bom e agora to mega empolgada pra ler ele. (:

    ResponderExcluir
  4. Oi Ka :D

    Eu tenho 3 livros da Nora, mas ainda não li nenhum... E realmente, todo mundo fala que ela escreve mega bem, e depois dessa resenha é impossível não acreditar!

    :*
    Mi
    Inteiramente Diva

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito deste livro apesar do início ser um pouco chato. Claro que pretendo ler o resto. Bjs, Rose.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...