Anna e o beijo francês


Título: Anna e o beijo francês
Páginas:  288
Autora: Stephanie Perkins
Editora: Novo Conceito
Ano: 2011
Preço: 24,90
Anna Oliphant tem grandes planos para seu último ano em Atlanta: sair com sua melhor amiga, Bridgette, e flertar com seus colegas no Midtown Royal 14 multiplex. Então ela não fica muito feliz quando o pai a envia para um internato em Paris. No entanto, as coisas começam a melhorar quando ela conhece Étienne St. Clair, um lindo garoto -que tem namorada.Ele e Anna a se tornam amigos mais próximos e as coisas ficam infinitamente mais complicadas. Anna vai conseguir um beijo francês? Ou algumas coisas não estão destinadas a acontecer?
Isto é tudo o que sei sobre a França: Madeline, Amélie e Moulin Rouge. A Torre Eiffel e o Arco do Triunfo também, embora eu não saiba qual a verdadeira função de nenhum dos dois. Napoleão, Maria Antonieta e vários reis chamados Louis. Também não estou certa do que eles fizeram, mas acho que tem alguma coisa a ver com a Revolução Francesa, que tem algo a ver com o Dia da Bastilha. O museu de arte chama-se Louvre, tem o formato de uma pirâmide, e a Mona Lisa vive lá junto com a estátua da mulher sem braços. E tem cafés e bistrôs - ou qualquer nome que eles dão a estes - em cada esquina...
Não que eu seja ingrata, quero dizer, é Paris. A Cidade Luz! A cidade mais romântica do mundo. 
Esse foi um dos melhores livro que eu li este ano. Eu já disse que amo livros adolescentes? Tá, nem preciso repetir, não? Eu simplesmente adoro histórias românticas, principalmente as adolescentes, cheias de amores "impossíveis", paixão que nasce através de uma amizade, ciúmes, cenas meigas, beijos tórridos; enfim, estava sentindo tanto a falta de um livro assim que quando pus as mãos em Anna e o beijo Francês, meu coração se derreteu como manteiga, e eu não conseguia mais parar ler. É sempre bom ler algo leve de vez em quando, né? Dar aqueles suspiros, rir feito uma boba com o livro... E foi assim que eu me senti durante a leitura. Eu nunca achei Paris tão romântica até ler este livro. É sério!
Mas, bem, vamos à história. Esta gira em torno de Anna Oliphant, que sempre sonhou em um dia ser uma excelente crítica de filme; no momento trabalha em um cinema, lugar pelo qual sempre foi apaixonada, e vive uma paixãozinha secreta pelo seu companheiro de trabalho. E justo quando as coisas começam a dar certo entre os dois, seu pai, um escritor estilo Nicholas Sparks (senti que a autora se inspirou nele pra descrever o pai de Anna He he) decide enviá-la para um internato em Paris para aprender bons valores. A primeira sensação é horrível, Anna acha que nunca vai se acostumar com aquele ambiente, sente falta de estar em casa com sua mãe e seu irmão e de sua amiga Bridgette, e chora feito um bebê, até despertar a atenção de sua vizinha de quarto, a Meredith. Uma garota de cabelos longos e cacheados, alta, e de aneis metálicos em todos os dedos. Apesar da aparência de durona, a menina se mostra tão compreensiva quanto Anna precisava que alguém fosse com ela naquele momento. As duas rapidamente se tornam boas "amigas". Nesta mesma noite, ao sair do quarto de Mer, Anna esbarra em St. Clair, um garoto lindo, fofo, maravilhoso, engraçado, legal, e muitas outras coisas. Os dois se apresentam rapidamente antes de ele ser puxado pra dentro do quarto de Meredith, que estava a sua espera. Não foi difícil nos dias seguintes pra Anna perceber que Meredith era apaixonada por St. Clair. Também não foi nem um pouco difícil para Anna se apaixonar por ele, até porque ele é totalmente irresistível, e o melhor é que ele dá a maior bola pra ela, diferente de como ele trata as outras garotas, mas há um enorme problema nisso tudo: St. Clair é comprometido, e mal ela tinha feito amizade com Meredith, não podia ceder aos encantos dele (isso se ele realmente estivesse afim dela, e não apenas tratando-a como uma amiga) e acabar com a amizade que havia entre as duas.
Só que como eu disse acima, vai ser difícil pra Anna resistir a St. Clair. Principalmente depois que ele se habilita a fazê-la sair de seu quarto durante as noites, e introduzí-la à bela Paris.
Olho pra baixo e me surpreendo ao me encontrar no meio de um pequeno círculo de pedra. No centro, diretamente entre meus pés, há um octógono de cobre-bronze com uma estrela. Palavras estão gravadas na pedra ao redor deste Poin zero des routes de France.
- Mademoiselle Oliphant. É traduzido como "Ponto zero das estradas da França". Em outras palavras, é o ponto ao qual todas as outras distâncias da França são medidas. - St. Clair limpa a garganta. - É o início de tudo.
Eu olho de volta. Ele está sorrindo.
- Bem vinda a Paris, Anna. Estou feliz por você ter vindo.
Simplesmente magnífico! A história é fofa, engraçada, e maravilhosa. Não tem como você não cair de amores por ela. Mesmo com alguns errinhos de edição por parte da editora. É só isso que eu tenho a dizer. Compre, e comprove. Tenho certeza que você não vá se arrepender. Pra quem gosta de livros do gênero, tenho absoluta certeza que irá se encantar como eu. O livro é bem light, mamão com açucar, com alguns clichês, mas nada que uma assídua por romances não curta. Livro recomendadíssimo!
- Desculpe. - Ele diz - Mas não por isso.
- O quê? Por quê?
- Você está recolocando todas as coisas que eu coloco no lugar. - Ele aponta para minhas mãos, que estão arrumando o elefante. - Não foi educado de minha parte entrar e começar a tocas as suas coisas.
- Oh, tudo bem. - digo rapidamente, deixando de lado o personagem. - Você pode tocar em qualquer coisa minha que quiser.
Ele congela. Um olhar malicioso passa pelo seu rosto antes que eu perceba o que acabei de dizer. Não quis dizer isso daquela maneira.
Não que aquilo seria muito ruim.
AAAh, esqueci de dizer que eu morri de rir com a autora do livro nos agradecimentos finais, dizendo que perguntava sempre ao marido se o "St. Clair" era gostoso suficiente. rs

Nota:

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Compartilhe também a sua opinião com os futuros leitores do livro.
O que você achou deste livro?

Deixaram recados na parede do Toalete:
6 comentários:

  1. Hey :)

    Tô super curiosa pra ler esse livro, Ka *-*
    E depois dessa empolgação sua, vou lá correr e começar a ler o meu \o/
    A Novo Conceito arrasou nessa capa, hein?! #fofa

    :*
    Mi
    Inteiramente Diva

    ResponderExcluir
  2. Adorei a resenha!
    Lila Czar
    seviracom30.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Eu liii!!!!!! Fiquei agarrada a esse livro o tempo todo e triste conforme o tempo passava e eu sabia que uma hora ia acabar - pois é, esse é o tipo de livro que a gente vai contando as páginas querendo que elas aumentem rsrs Ai, eu quero tanto que tenha continuação! *-*
    O St. Clair é um fofo, safado, muito inteligente e lindo - é claro!
    Paris é tão bem apresentada que me deixou louca para ir até lá e conferir todos os lugares em que a Anna e o St. Clair andaram. Antes eu desprezava Paris e os franceses, mas agora, mesmo não sabendo naaada de francês, estou louquinha para conhecê-la (como se eu tivesse dinheiro kkkkkkkk). Eu adorava a aula de história no colégio e só de ler St. Clair explicando cada ponto turístico da França, fiquei encantada para conhecer esse país.

    ResponderExcluir
  4. Vou começar a ler hooooje! Estou ansiosa *-* Espero que goste do livro rsrs Pq fico com invejinha das resenhas =D

    Bjs,
    Kel - It Cultura
    www.itcultura.com

    ResponderExcluir
  5. Quando ouvi falar desse livro, por se tratar de romance adolescente, eu nem liguei pra ele. É, eu sou adolescente, mas esse tipo de romance tem me decepcionado muito ultimamente, por isso fiquei meio traumatizada. Mas conforme fui lendo as resenhas comecei a gostar, principalmente por ter Paris como cenário (sou louca por Paris, haha... e qm não é?). Agora quero muito ler esse livro. Parece ser bem fofo. Espero poder conferir em breve.

    ResponderExcluir
  6. Eu quero muuuito esse livro gente!
    Sério, a cada resenha eu quero ler ele mais. Outro dia estava na Leitura finalmente prestes a comprá-lo e? Não tinha dinheiro o suficiente (oi cinema).
    Na próxima eu compro, nem que guarde pra ler mais tarde.

    beijos ;*
    Garota21

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...