Filme: Cartas para Julieta

 
Sophie é checadora do New Yorker, uma espécie de detetive que verifica a veracidade dos fatos que serão publicados no jornal. Seu maior sonho é ser jornalista e publicar um livro. Ela é noiva de um homem apaixonado por culinária que está prestes a abrir um restaurante. Os dois viajam para Verona, Itália, afim de passar as férias - e fazerem uma espécie de pré lua-de-mel - antes da inauguração do restaurante. Mas as coisas não saem como Sophie idelizava. O seu noivo parece só se importar com a culinária local, e mal tem tempo para ela. Para passar o tempo, ela entra em um grupo de mulheres intituladas como "secretárias de julieta" que respondem a cartas deixadas por mulheres do mundo inteiro numa espécie de muro da lamentação. Num dos recolhimentos de cartas, Sophie descobre uma carta escondida dentro de um dos tijolos soltos e decide respondê-la para saber qual foi o fim da história, se Claire (a autora da carta) teve um final feliz ou não.


E é aí que tudo começa. Claire, a senhora que escreveu a carta, reaparece em Verona para conhecer Sophie. Mas ela não vai sozinha, com ela vem seu neto Charlie que não gosta nem um pouco de Sophie por achar tudo aquilo um absurdo afinal já faz 50 anos e a resposta dela só fez com que sua avó quisesse reencontrar um amor de verão. Sophie decide embarcar junto nessa "aventura" na busca de Lorenzo vendo nela uma história interessante para escrever. O restante da história do filme é totalmente previsível. Enquanto eu o assistia, já sabia tudo o que iria acontecer posteriormente. É aquele clichê básico que vemos na maioria dos filmes românticos. Isso não quer dizer que o filme seja ruim, pelo contrário, o filme é realmente bom para os amantes de romance, mas confesso que eu esperava um pouco mais dele. Mas as partes da busca pelo Lorenzo Bartolini faz você rir, afinal são vários Lorenzo pela cidade que eles irão conhecer durante a busca, cada um mais estranho que o outro.

É um filme perfeito para dias chuvosos em que queremos assistir algo leve, fofo, engraçadinho e romântico.

 Nota:


Além do filme, recentemente a editora Seoman lançou o livro de mesmo nome no qual o filme foi baseado.#EuQuero!

contador gratuito de visitas Pessoas leram este post!

Deixaram recados na parede do Toalete:
5 comentários:

  1. Ah quando começou a tocar a música da Taylor eu já estava "Ooh que fofo!" rsrs
    Já pensou Ká se a gente consegue esse livro? *_*
    Poxa você achou o filme fraco? O livro deve ser melhor, sempre é melhor ;)
    Bjoss

    ResponderExcluir
  2. Ei Karina,

    Eu ainda quero ver este filme, não tenho assim grandes expectativas mas acho que vou gostar rs. O problema é que com os livros e séries eu nunca consigo ver filme nenhum kkkk

    bjooo

    ResponderExcluir
  3. eu vi esse filmeee, eh lindo dimais!

    ResponderExcluir
  4. Nossa esse filme e muito legal, o livro tambem é ótimo recomendo!
    Diana tammer

    ResponderExcluir
  5. filme lindo mesmo !!!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...