Weekend (Sábado) - Sessão cinema

Ontem, como QUASE sempre, fiquei em casa durante a tarde, e para me distrair sintonizei no canal do Telecine pipoca. Ontem foi exibido o filme "1408". Eu estava louca para assistir esse filme, eu me lembro que quando este estava no cinema eu queria muito ir assistir, mas por motivos maiores (grana e sem companhia ¬¬) eu não consegui. Também me lembro quando meu primo me alertou "Não perca tempo com esse filme, é uma bost*". Mas eu, teimosa como sempre, parei para assistir o filme. Pois bem, o filme realmente é uma merda. Eu estava morrendo de medo, pois dizia-se que o filme era de terror, e quando acaba, o filme não dá medo nenhum, acho que até meu irmão (medroso por natureza) conseguiria assistí-lo do começo ao fim.
O filme te rende alguns pequenos sustos, mas é tão sem graça... A história é sobre um cara que após perder a filha (morta por câncer) começa a pesquisar sobre fantasmas, e escreve livros sobre isso. Um fã dele o recomenda o temido quarto 1408 em um hotel de Nova York, conhecido por acontecimentos terríveis lá dentro. Daí ele vai pra esse tal quarto e não consegue mais sair dele, e no decorrer do filme alguns fantasmas aparecem, e ele tem surtos de alucinação, e blá blá blá. Os fantasmas não metem medo, o cara fica todo maluco, o filme fica todo maluco, e você também fica todo maluco, e no final, bom, o final eu não vou contar, mas é realmente broxante! E eu ainda li por aí que o filme é baseado em um livro do Stephen King. Creio eu que o livro seja muito mais interessante, até por que o cara tem um nome a zelar.
Após esse filme começou um outro que eu me recusei a assistir, o nome do filme é "As ruínas" e logo no começo fica a maior nojeira de sangue pra lá, miolos pra cá, daí eu tirei do canal por que eu fico agoniada com filmes assim, até pq no final todos sempre morrem, então me dá raiva. Mesmo assim admito que quero ver "Arraste-me pro inferno". He he he
À noite eu assisti um filme com o André muito bom chamado "Os substitutos", a história é bem interessante, imagine você viver pelo mundo a fora sem precisar sair de casa enquanto um robô com a mesma aparência que a sua, ou alguma outra que lhe convém, faz tudo por você? O filme é basicamente isso, ninguém mais sai na rua pra viajar, trabalhar, fazer compras, ao invés disso eles mandam um robô, um substituto, enquanto ele o controla por uma máquina, você sente o que o robô faz como se você mesmo estivesse andando por aí. Existem várias vantagens como, por exemplo, se o robô levar um tiro, você não vai sentir nada, lógico. Mas o grande problema é que um cara conseguiu inventar uma arma que consegue matar além do robô, a pessoa que controla ele.
Eu sei, o filme é meio louco, mas realmente é muito bom. Só fiquei um pouco decepcionada com o final. Prefiro nem comentar senão perde a graça. :)   


Então é isso, esses são os filmes que eu recomendo, ou não recomendo, para vocês. Agora cabe à vocês alugar/baixar ou não!

Beijos e Xau!

Counterpessoas leram este post!

Deixaram recados na parede do Toalete:
6 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...